África do Sul

A África do Sul, localizada no extremo sul do continente africano, tem uma enorme variedade de destinos turísticos que agrada a todos os gostos. O país é famoso pelas reservas repletas de animais selvagens, tais quais o Kruger National Park, a Sabi Sand e a Timbavati. É também um dos melhores lugares do mundo para praticar golfe, possuindo campos de primeira categoria com cenários deslumbrantes. Com uma localização perfeita livre do foco da malária, a África do Sul oferece aos visitantes uma ótima opção de férias e safáris para famílias com crianças. A Cidade do Cabo proporciona aos visitantes uma ótima oportunidade para uma breve folga, podendo mesclar ao roteiro outras opções de pontos turísticos, como a região de Cape Winelands e a Garden Route. Uma das razões que faz da África do Sul um destino turístico perfeito é o fato de adequar-se a quase todos os tipos de orçamentos e de gostos.

Por favor, pergunte aqui por nossos pacotes completos e preços promocionais.

safari kruger park

A África do Sul é um excelente lugar para safáris, possuindo diversos parques repletos de vida silvestre. Com mais de 20 parques nacionais (excluindo as reservas particulares), mais de 3% do território total do país é destinado às reservas de animais selvagens: só o Kruger National Park é do tamanho de Israel. A vasta extensão de terra e os inúmeros recursos dispendidos para a conservação asseguram que os turistas possam vivenciar uma autêntica expedição de safári, em que é possível observar os animais em seu habitat natural, passeando livremente sem a interferência humana.

É importante salientar que muitas reservas de animais selvagens trabalham em conjunto com as comunidades locais. Portanto, visitá-las não apenas ajuda a proteger as espécies ameaçadas de extinção como também fortalece as comunidades locais por meio de diversos projetos. Ao fazer um safári na África do Sul, você estará exercendo um impacto positivo somente por ter ido e aproveitado essa experiência.

cape town

A Cidade do Cabo, conhecida como a Cidade Mãe da África do Sul, é também a mais antiga do país. Lugares como a Table Mountain e a Robben Island (local onde Nelson Mandela foi aprisionado) são, sem dúvida, atrações turísticas imperdíveis, assim como as praias virgens, os shoppings de categoria internacional, a excelente culinária e os esportes radicais. A Cidade do Cabo fica a apenas 120 km de distância da meca da África para observação das baleias, em Hermanus. Além disso, fica a apenas 40 minutos de carro da região de Cape Winelands.

hermanus - whales (1)

Essas duas atrações são, no entanto, bastante conhecidas, e se você quiser aprofundar-se um pouco mais, irá descobrir que a Cidade do Cabo tem uma agitada e sofisticada subcultura de abertura e de acolhimento ao turista. Mergulhe um pouco mais e irá descobrir que mesquitas, catedrais, cafés, boates e prédios do período colonial holandês dividem a mesma paisagem, e as pessoas que os frequentam convivem pacificamente, criando uma bem-sucedida cidade boêmia repleta de sabores, música e artes internacionais.

cape-winelands

Aqueles que apreciam a boa culinária e excelentes vinhos com um toque de história ficarão encantados com a região de Cape Winelands. Essa região é formada por uma série de cidades históricas, ligadas por vinhedos e vinícolas. Você pode visitar a região como único e principal destino turístico ou pode incorporá-la ao resto de seu pacote de férias na África. De acordo com Dirk Coetzee, produtor de vinhos sul-africano, a Cape Winelands é uma das poucas regiões onde o processo de produção não é apenas mecanizado, tendo-se a preocupação de fazer o vinho de modo artesanal. Para ele, isso assegura que os vinhos tenham melhor qualidade, autenticidade e originalidade.

winelands

A Cape Winelands é melhor aproveitada se explorada sem pressa, com uma taça de vinho em uma mão e queijos na outra. As cidades mais populares para visitar na região são Stellenbosch, Paarl, Franschoek e Wellington, cada qual com sua especificidade. Só Franschoek possui mais restaurantes premiados concentrados na cidade do que no país inteiro. Por outro lado, Stellenbosch tem mais vinhos premiados na proporção per capita/vinho do que qualquer outra região da África do Sul. Wellington é a terra do uísque Bain’s Cape Mountain, o primeiro uísque Single Grain da África do Sul, também eleito pela World Whisky Awards como o “World’s Best Grain Whisky”. Paarl é bastante especial, tendo como destaque principal  enormes rochas de granito que brotam do solo. Na verdade, essas cúpulas de 500 milhões de anos de idade são um dos maiores afloramentos rochosos do mundo, perdendo apenas para o Urulu, na Austrália.

garden route

A Garden Route tem uma rica biodiversidade, e, localizada no trecho com cenários deslumbrantes do litoral sudeste do país, é um ponto estratégico para turismo de aventura na África do Sul. A região é composta por cidades como Mossel Bay, Knysna, Oudtshoorn, Plettenberg Bay e George. A Garden Route fica a apenas 400 km de distância da Cidade do Cabo e é famosa por ser uma rota que oferece todas as atividades em um só lugar, onde os visitantes podem fazer desde esportes de adrenalina a atividades mais culturais, como degustar vinhos e observar animais selvagens na natureza.

A rota jardim vangloria-se por ter a ponte mais alta para salto de bungee jumping do mundo, a Ponte Bloukrans. Localizada sobre o rio Bloukrans, ela tem 216 metros de altura e complementa de maneira perfeita o Garden Route, um local cheio de aventura.

A África do Sul é um país seguro e heterogêneo, com aeroportos, shoppings e hospitais de primeiro mundo. Pode-se até mesmo beber água diretamente da torneira na maioria dos lugares. As cidades são cosmopolitas, não ficando atrás de países de primeiro mundo nos quesitos de conforto e comodidades. Há inúmeras razões para explorar a África do Sul. Escolher uma não será tão difícil, o problema será ter de voltar para casa.

Lugares para visitar na África do Sul

sabi sands

Safári

TimbavatiVista excepcional dos “Big 5″ – os cinco maiores animais da selva – e terra dos leões brancos.

Timbavati faz fronteira com o Kruger National Park, localizada na região nordeste da África do Sul. Não existe cercas entre as reservas vizinhas, permitindo que os animais selvagens circulem livremente pela região, o que torna a experiência ainda mais excepcional. Esta reserva de luxo abriga sete lodges de safári exclusivos, cada um deles atendendo às diferentes exigências dos visitantes. Há lodges ideais para famílias, hotéis com suítes para casais em lua-de-mel e autênticos acampamentos para turismo de aventura. A reserva de Timbavati fica a aproximadamente 5 ou 6 horas de carro de Joanesburgo. Veículos comuns de passageiros podem acessar todos os alojamentos na reserva, mas voos diários também estão disponíveis de Joanesburgo e Cidade do Cabo.

sabi sands

Sabi Sand: Vista excepcional dos “Big 5″ e abriga grande quantidade de leopardos

Sabi Sand Game Reserve, a reserva particular mais antiga da África do Sul, está localizada em mais de 65.000 hectares de terra na preciosa selva africana. É uma das mais exclusivas e luxuosas reservas particulares do mundo, sendo detentora de um impressionante recorde por proporcionar mais de 50 anos de experiência em safáris fotográficos. A reserva é famosa, em especial, por ser fácil avistar nela os “Big 5″, principalmente o leopardo.

Safári livre do foco da malária

madikwe

Madikwe: Fica perto de Joanesburgo e abriga os Big 5

Madikwe Game Reserve é uma das principais reservas particulares livre do foco da malária da África do Sul. Fazendo fronteira com Botsuana e com a província Noroeste, ela fica a apenas três horas e meia de carro de Joanesburgo e de Pretória. É uma das maiores reservas naturais do país’, habitat de 66 espécies de mamífero e de 300 espécies magníficas de pássaros.

shamwari

Shamwari: Ponto de observação dos “Big 5″ e perto da Garden Route

Shamwari Game Reserve é a maior reserva para safári da província do Cabo Oriental, compreendendo uma área de 25.000 hectares de uma esplêndida selva. Ela abriga grande quantidade dos famosos “Big 5″, o que promete oferecer uma experiência de safári inesquecível. Localizada no coração da província do Cabo Oriental, é acessível por nove rotas turísticas diferentes.

dwyka-buildings

Sanbona: Perto da Cidade do Cabo, ponto de observação dos “Big 5″ e habitat do leão branco

Sanbona Wildlife Reserve fica na internacionalmente conhecida Route 62, entre Montagu e Barrydale. Está localizada aos pés das Montanhas Warmwaterberg, na região de Little Karoo na África do Sul.  Fica a apenas 270 quilômetros de distância da Cidade do Cabo, sendo possível adicionar a Cidade Mãe a seu itinerário de férias no safári. Sanbona Game Reserve conta com acomodações cinco estrelas sob a forma de três lodges sofisticados, que atendem aos mais diferentes gostos e exigências. Os povos Khoe-San foram os primeiros a andar por esta região. As pinturas rupestres dos bosquímanos, datadas de entre 2.000 a 5.000 anos atrás, podem ser vistas em determinados lugares.

Regiões

cape-point

Cidade do Cabo: cidade cosmopolita com beleza natural, ótimos shoppings, casas noturnas e praias 

A Cidade do Cabo ganhou reputação como um dos principais destinos turísticos do mundo. Isso se deve, por um lado, pelo fato de uma montanha de 300 milhões de anos ser o destaque principal da cidade moderna, e, por outro lado, pelas atrações quase ilimitadas em suas redondezas. Ela é famosa pela vida noturna, pelos hotéis luxuosos, pela ótima culinária, pelos vinhos de primeira qualidade, pelas praias inexploradas, pela cultura local de frequentar cafés e até mesmo pelas baleias e pinguins. Essa diversidade de atrações faz da Cidade do Cabo um lugar ideal para pessoas viajando em família, com amigos, casais e até mesmo para aqueles que estejam viajando sozinhos.

spier

Cape Winelands: vinhedos, montanhas, vinhos premiados e ótima culinária

A Cape Winelands é uma das mais cênicas regiões vinícolas do mundo, também conhecida como a capital culinária da África do Sul e a maior região produtora de vinhos do país. A Cape Winelands é uma das regiões vinícolas mais antigas do planeta e, também, uma das únicas onde o processo de produção do vinho não é altamente mecanizado, assegurando que os vinhos sejam feitos de modo artesanal ao invés de fabricados. A cidade não tem foco da malária e sua infraestrutura é extremamente bem-desenvolvida. Assim, os casais e famílias que queiram dirigir não encontrarão dificuldade.

pezula
Garden Route: capital da aventura, ótimas praias, florestas e cidades costeiras

A Garden Route é a Capital da Aventura da África do Sul. Localizada entre Stilbaai e Tsitsikamma, a região se estende por mais de 200 quilômetros de praias desertas e cidades pitorescas. A Garden é o único lugar no continente onde chove o ano todo (geralmente à noite) e onde a temperatura é quente e os dias são ensolarados, geralmente sem ventos fortes. A Garden Route é um destino turístico perfeito para viajar de carro, podendo, facilmente, mesclar ao roteiro visitas à Cidade do Cabo, à Cape Winelands e até mesmo um passeio de safári na Sanbona Game Reserve.

natal

KwaZulu Natal: destino turístico ideal no ano todo, com ótimas praias e campos de batalha históricos

Localizada na região sudeste da África do Sul, Kwazulu Natal tem um longo litoral com águas mornas banhado pelo Oceano Índico. A província tem um clima subtropical, com tempo quente e úmido. Até mesmo os invernos são amenos, fazendo dela um ótimo destino turístico no ano todo. A região atrai as pessoas viciadas em adrenalina e em busca de fortes emoções. Tanto as praias do litoral norte quanto as do sul oferecem os melhores locais para surfar e fazer mergulho com snorkel em todo o país. Além disso, é um paraíso para os praticantes de mountain bike, de golfe e da pesca esportiva.

Quando visitar a África do Sul

A escolha da melhor época para visitar a África do Sul depende de onde pretende ir e do que pretende fazer.

A melhor época para fazer safári é, geralmente, entre os meses de maio e setembro. Essa é a estação da seca, quando as temperaturas estão mais baixas. A falta de chuvas significa que a mata estará menos densa, ficando mais fácil avistar os animais. É, também, na estação da seca que os animais se aglomeram em volta das fontes de água, propiciando avistá-los com mais frequência.

A Cidade do Cabo tem clima mediterrâneo com verões secos e quentes e invernos amenos e chuvosos. Os meses secos de verão vão do fim de outubro até o fim de março/começo de abril. As temperaturas estão mais altas entre dezembro e fevereiro. Se possível, tente visitar a Cidade do Cabo no verão, pois nessa estação você terá a oportunidade de explorar tudo o que a cidade tem a oferecer.

A melhor época para visitar a Cape Winelands é entre setembro e abril, quando os dias estão quentes e ensolarados. Devido ao clima ameno e temperado, a Garden Route, no entanto, é um ótimo destino turístico durante o ano todo. As temperaturas raramente caem abaixo de 16 graus Celsius, mesmo no inverno. A escolha da melhor época para viajar à África do Sul depende, em grande parte, de quais são seus interesses: a temporada para observação das baleias vai de julho a outubro (tendo setembro como o mês de pico); fazer caminhada é ideal no inverno; e o Festival de Knysna, que dura 10 dias, acontece no mês de julho e é uma ótima atração que mescla eventos esportivos, culinária e música local ao vivo. As temperaturas estão mais altas nos meses de verão, entre novembro a abril. De fevereiro a abril é uma ótima época para visitar a região de Garden, já que os dias estão mais amenos durante este período.

Kwazulu Natal apresenta clima subtropical, o que também faz dela um ótimo destino para ser visitado o ano todo. O clima de Kwazulu Natal é, em geral, quente. Até mesmo no inverno as temperaturas são amenas. Durban se orgulha de seu clima ensolarado durante, em média, 320 dias do ano.  As temperaturas vão de 16 a 25 graus Celsius no inverno. Durante os meses do verão (entre setembro a abril), as temperaturas vão de 23 a 33 graus Celsius. A província fica movimentada principalmente em dezembro e janeiro, já que o lugar é destino turístico de muitos sul-africanos durante suas férias de verão.

price-guarantee2

Porque viajar com a Africa do Sul Viagens?

A Africa do Sul Viagens é uma operadora de turismo que organiza viagens para a África do Sul.
  • Falamos Português
  • Serviço Pessoal
  • Clientes Satisfeitos
  • Viagens a Preços Acessíveis
  • Conhecimento Local

Preferidos

Mapa

Buscar direções

Pergunte agora

Nossos parceiros de Safari